Blog > 5 dicas de redução de custos operacionais e administrativos

5 dicas de redução de custos operacionais e administrativos

Em tempos de instabilidade econômica, medidas que reduzem custos devem ser prioridades. Por isso, separamos 5 dicas de redução de custos operacionais e administrativos para você começar a aplicar agora. Confira o post abaixo!

Embora as empresas precisem focar suas estratégias para melhorar seus ganhos e planejar estratégias de vendas de excelência, de nada adianta essas medidas quando os custos estão aumentando. Em tempos de instabilidade econômica, medidas que reduzem custos devem ser prioridades. Por isso, preparamos 5 dicas de redução de custos operacionais e administrativos para você começar a aplicar agora. Confira o post abaixo!

Você sabe o que são custos?

Antes de aprendermos a reduzir custos, precisamos entender o que são os custos numa empresa. Mas você sabia que custos e despesas são conceitos diferentes? Pois é, muitas pessoas confundem os termos e acabam errando na hora de aplicá-las no dia a dia.

Vamos lá: despesas são os gastos necessários em uma empresa, para que ela prossiga funcionando como salários, marketing, propaganda, etc. Já os custos estão relacionados aos seus bens e produtos finais, como por exemplo aquisição e/ou produção com mercadorias, mão de obra, impostos, energia elétrica, etc.

Dentro dos custos ainda temos uma divisão entre custos fixos e aquelas que oscilam de acordo com a produção da empresa, como matérias-primas, desgaste de máquinas, mão de obra, etc.

Reduza os custos agora

1. Entenda a importância da redução de custos

Para sabermos como reduzir os custos, precisamos entender a importância deles para as empresas.

A empresa é feita não somente do que ela arrecada com seus produtos ou serviços, mas também do quanto ela gasta. E por isso, é essencial fazer uma análise de redução de custos, mesmo fora de uma crise econômica, até porque invariavelmente redução de custos significa aumento de eficiência, seja a nível produtivo ou administrativo.

Além disso, essa etapa tão importante necessita de um planejamento tão bem elaborado quanto qualquer outro. Alguns fatores devem ser analisados para um processo produtivo, como qual conhecimento você tem dos custos do seu negócio, qual impacto que o corta custos pode ter sobre as atividades e se trará algum reflexo negativo, a nível principalmente de qualidade

Só a partir do momento em que o administrador tem profunda compreensão da gestão de custos do seu negócio é que pode iniciar os estudos e planejamento de redução de custos.

Caso contrário, o reflexo pode ser prejudicar algum processo e perder a qualidade dos seus produtos ou demandar de alguma atividade que não resultará em nenhum impacto real.

2. Conheça seus fornecedores

Para que todos os processos de uma empresa sejam executados, independente do seu segmento, precisamos de materiais para os processos internos. E, para isso, é imprescindível ter fornecedores alinhados com os objetivos e valores do negócio.

Além disso, é muito importante que o responsável analise as melhores formas de pagamentos com as menores taxas de juros e menores prazos, além de outros fatores como custos com transporte e incidência de impostos que devem ser colocados na conta também. Para isso é imprescindível fazer uma ampla cotação de preços e negociações quando necessário, assim o objetivo de reduzir custos será sempre atingido.

3. Gestão de estoque

Você já ouviu falar de giro de estoque? Esse é um conceito dentro da gestão de estoque muito importante para a redução de custos. O giro de estoque nada mais é do que o indicador que mede a rotatividade de produtos armazenados em uma empresa. Ou seja, quanto maior for esse valor, maior é o fluxo de entradas e saídas dessa mercadoria.

Entendendo como funciona seu giro de estoque, o administrador entende melhor sua relação com seus clientes e por consequência consegue focar suas decisões no aumento das vendas e nas negociações com fornecedores, reduzindo assim, seu volume de estoque, tendo a sua disposição apenas o necessário e quando necessário.

4. Planejamento

Após entender a importância, a diferença entre custos e despesas e os dois principais gaps para aprimorar na empresa, você precisa realizar um planejamento eficiente abordando os seguintes pontos:

– Estipular metas que vão indicar a mudança de estado nas áreas em que as melhorias foram implementadas;

– Realizar análises periódicas, acompanhar diariamente, tanto os KPIs definidos acima, mas também a performance da operação é essencial para tomar medidas preditivas e corrigir o rumo;

– Pesquisas frequentes sobre seu negócio e a concorrência, assim, além de adotar boas práticas, também é possível medir a efetiva de todas as ações tomadas para redução de custos.

5.Sistema de Gestão

O ERP da Senior é a solução ideal para quem quer começar agora uma redução de custos e um aumento de eficiência na sua empresa. Nossas soluções foram desenvolvidas para potencializar a gestão com uma tecnologia completa que otimiza processos, agiliza a tomada de decisão e proporciona resultados precisos.

A Synergie apresenta as soluções da Senior como a forma mais segura de destacar seu negócio em um mercado cada vez mais competitivo, de forma planejada e efetiva. Otimize seus processos e invista seu tempo no que realmente importa: seus resultados!

fonte:https://bit.ly/2zdUvta

Se quiser saber mais sobre o assunto e entender como a Synergie pode ajudar sua empresa, entre em contato: (11) 3853–3715 ou através do comercial1@synergie.com.br ou no synergie.com.br/contato